sábado, 3 de maio de 2008

SURFANDO A REATECH 2008

Com o mestre das ondas e da vida, Alcino Pirata



Salve, amigos!

Após mais uma correria recorde (se alguém aí souber de um Campeonato Mundial de Correrias, favor avisar, já que estou ficando craque nisso! rsrsrsrsrsrs), tive a imensa satisfação de novamente participar como expositor do meu livro durante a REATECH 2008- VII Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade, São Paulo. Para quem não sabe, a Reatech é a terceira feira do mundo neste segmento e atrai milhares de pessoas todos os anos. De oportunidades de trabalho aos últimos lançamentos da indústria automobilística para as pessoas especiais, passando por novas tecnologias de comunicação, eventos culturais e demonstrações artísticas/esportivas de deixar qualquer mortal embasbacado, a Reatech não é apenas uma feira; é antes de tudo, uma singular, maravilhosa, EXPERIÊNCIA DE VIDA. Não importa os motivos que levaram você até ao gigantesco Centro de Exposições Imigrantes, você rapidamente perceberá que é impossível voltar o mesmo de lá... As pessoas que conhece e os desafios da alma mais inacreditáveis passam diante de seus olhos sem pedir licença. De repente, não mais que de repente, uma menina de dez anos com as duas pernas amputadas surge bem na sua frente, brincando com os amiguinhos com um grande sorriso no rosto e você chega a duvidar de que aquilo é mesmo verdade... No minuto seguinte, passa a milhão um rapaz andando de skate dando risada e exibindo com orgulho a perna mecânica colorida... você se pergunta se conseguiria ter o mesmo astral se estivesse no lugar dele... Já envergonhado de quanto tempo perdeu reclamando da vida, se esforçando para crer no próprios olhos, você decide sair, dar uma volta, porque aquela realidade está forte demais- mas então, como se fosse Deus lhe dando o golpe de misericórdia, um espírito de luz, a quem o destino subtraiu os braços e as pernas, aparece bem diante de seus olhos, pintando um quadro maravilhoso, o pincel equilibrado com maestria na própria... boca! E é assim que você, que estava ali apenas para fazer contatos profissionais e quem sabe vender alguns livros, se vê cruelmente obrigado a reavaliar a sua própria vida e alguns de seus mais caros conceitos sobre o que é realmente difícil de se fazer aqui na Terra. Então, nesse turbilhão de emoções, só resta mesmo voltar ao seu stand, tentar colocar os pensamentos em ordem e se perguntar onde pode estar o seu verdadeiro limite, que segundos atrás parecia tão bem delimitado... se realmente as dificuldades da nossa vida não são mesmo um mero capricho da nossa própria imaginação... se já não seria a hora de reclamar um pouco menos e agradecer um pouco mais. E então você se sente subitamente feliz, satisfeito com a própria existência, pois afinal compreendeu que a cruz que Deus lhe deu não é tão pesada como você imaginava. Bem vindo à Reatech.





Assinando o livro para uma pequena leitora em meu stand...
Nem Mastercard paga.





Jeancarlo, skatista casca-grossa





Crianças inesquecíveis





Com Rodrigo Rosso, coordenador da Reatech e
editor da Revista Nacional de Reabilitação








Com Sevieri, presidente do grupo CIPA





Com a Sueli!


Com Marcos Frota


Agradecimentos especiais ao Guga e à July(a melhor equipe do mundo), ao Jonas e família, do site surdo.org.br, que me acolheram em São Paulo com muito carinho, ao Flavio Lucio e à Jane Cristina pela atenção, ao Sevieri e ao Rodrigo Rosso pela Reatech e pela simpatia e ao Alcino Pirata por mostrar que os limites estão bem além do que eu imaginava.Até a próxima!

4 comentários:

Anônimo disse...

Oi Gustavo, muito prazer...
acabei de receber um email seu do pessoal de Campinas... vc quer uma fono que use aparelho auditivo... huumm... aqui estou !!! Já respondi suas questões e eles vão te repassar... Precisando de mais alguma opinião, comentário, pode me escrever !!! Até mais. Polliana

El Torero disse...

Grande Guga, prendendo fogo no blog...posts mis, experiencias de vida de dar com o pau-em bom brasileiro-fraterno abraço mestre Guga. E esperando o novo livro...

El Torero disse...

http://eltorero1947.blogspot.com/2008/06/versos.html

Abraço e meu muito obrigado.

El Torero disse...

O Guga é o blogueiro mais preguiçoso que conheço...perde, no número de posts obviamente, até para mim. Isto que Eu não tenho talento nem coisa alguma para dizer, ao contrário do caro colega.